,

Moda afro-brasileira: o vestir como ação política

by Maria do Carmo Paulino dos Santos & Cláudia Regina Garcia Vicentini

$0.00

A moda afro-brasileira vem sendo estudada como uma moda contemporânea, que ressignifica conceitos, tradições, comportamentos, modos de fazer e usos no vestir das negras crioulas às negras ativistas em prol do cabelo crespo, que fez do turbante um artefato de resistência negra. O objetivo deste artigo é provocar uma reflexão sobre moda afro-brasileira como um vestir político que ressignifica o conceito de luta e resistência a partir da diáspora africana e reafirma a rica contribuição dessa população no fazer da moda brasileira. Para tanto faremos uso do ferramental teórico da semiótica discursiva e dos desdobramentos da sociossemiótica proposta por Eric Landowski, a fim de darmos conta do sincretismo dos discursos figurativizados nas imagens veiculadas em um conhe-cido veículo de comunicação brasileiro a Revista Veja. A justificativa dessa escolha se dá pelo fato de que a eleição de determinadas figuras por esse destinador, de reconhecido alcance midiático, combinada aos arranjos plásticos presentes nas imagens nos faz refletir sobre esses corpos sociais, permitindo-nos pensar a moda afro-brasileira como uma ação política. Por conseguinte, sugerimos a inclusão do estudo da moda afro-brasileira nos cur-rículos dos cursos de graduação e pós-graduação em Têxtil e Moda e Design de Moda em atenção às leis n. 10.639/2003 e n. 11.645/2008.

Afro-Brazilian fashion has been studied as a contemporary fashion, which gives new meanings to concepts, traditions, behavior and the ways of doing and using dress of black creoles at black activists in favor of curly hair, which made the turban an artifact of black resistance. The purpose of this article is to provoke a reflection on Afro-Brazilian fashion as a political dress that resignifies the concept of resistance fight from the African diaspora, reaffirms the rich contribution of this population in the making of Brazilian fashion, since the formation of Brazil. To do so, we will make use of the theoretical tooling of discursive semiotics and the developments of sociosemiotics proposed by Eric Landowski in order to account for the syncretism of the speeches depicted in the images conveyed in a well-known Brazilian media the Revista Veja. The justification for this choice is given by the fact that the choice of certain images by this recipient, of recognized media reach, combined with the plastic arrangements present in the images makes us reflect on these social bodies allowing us to think of Afro-Brazilian fashion as an political action. And it suggests the inclusion of the study of Afro-Brazilian fashion in the curriculum of undergraduate and graduate courses in textiles and fashion and fashion design in compliance with at laws no.10.639/03 and no.11.645/08.

Obtain this resource »

The Library